Como consultar PASEP pelo CPF: Passo a passo

By // Nenhum comentário:
Como consultar PASEP pelo CPF?  PIS/PASEP é um velho conhecido de todo trabalhador do setor público e privado, que funciona como uma espécie de 14º salário e pode ter seus rendimentos sacados anualmente, de acordo com as regras impostas pelo Governo.
Uma das dúvidas é saber como consultar PASEP pelo CPF, através da internet, um meio mais fácil e rápido, que desobriga o cidadão a se dirigir a uma das unidades do Banco do Brasil.

Para saber como consultar PASEP pelo CPF, quem tem direito ao benefício e ter acesso ao calendário do Programa para 2018, basta acompanhar este conteúdo.

O que é PASEP?

PASEP é sigla para Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público, criado em 1970 e com o objetivo de beneficiar o trabalhador da área pública.

O benefício é concedido pelo Banco do Brasil a aposentados, pessoas com doença grave e a partir dos 70 anos. Entretanto, devido a uma medida provisória do Governo, mais pessoas poderão ser beneficiadas pelo PASEP em 2018.

Quem tem direito ao PASEP?

Antes de consultar PASEP pelo CPF é preciso saber se você tem direito a receber as cotas do programa do Governo.

Todo trabalhador que tenha, pelo menos, 5 anos de carteira assinada, trabalhado o mínimo de 30 dias na empresa com CNPJ, ter seus dados cadastrados no RAIS (Relação Anual de Informações Socioeconômicas) e recebido, no ano-base, até dois salários mínimos, tem direito ao benefício do PASEP.

Além disso, como mencionado, mais pessoas em 2018 poderão receber as cotas. Confira a lista dos beneficiários:

• Aposentados;
• Acima dos 60 anos;
• Pessoas deficientes que tenham o Benefício da Prestação Continuada;
• Herdeiros de beneficiários falecidos;
• Dependente ou participante com doenças graves, como HIV, neoplasia maligna ou outras doenças listadas na Portaria Interministerial;
• Militar transferido para reforma ou reserva remunerada.

Quem ainda não resgatou o saldo total do PIS/PASEP, tendo trabalhado entre o ano de 1971 a 4 de outubro de 1988, também tem direito a receber as cotas do programa.

Muitas pessoas ainda confundem PASEP com PIS, principalmente porque ambos são chamados de PIS/PASEP e tem seus números integrados. Ou seja, o número do PASEP é o mesmo do PIS.
Como consultar PASEP pelo CPF

Qual a diferença entre PASEP para o PIS?

Enquanto o PASEP é um benefício concedido a servidores públicos (funcionários da prefeitura, de postos de saúde, professores da rede pública, etc), o PIS (Programa de Integração Social) é um benefício dado aos trabalhadores da rede privada.

Outra diferença é a entidade pagadora dos benefícios: PASEP é pago pelo Banco do Brasil e o PIS, pela Caixa Econômica Federal.

Diferenças entre NIT/NIS

Diante de tantas nomenclaturas, é normal se confundir ou achar que tudo é a mesma coisa. Porém, no meio de PIS/PASEP/NIT/NIS há poucas diferenças.

NIS é sigla para Número de Identificação Social, ou seja, é o mesmo do PIS e PASEP. É através do NIS que o cidadão poderá consultar saldo do Bolsa Família, FGTS e qualquer outro programa social a qual faça parte.

NIT significa Número de Identificação do Trabalhador e também equivale ao PIS/PASEP, sendo que ele é dado somente a um grupo de contribuintes:
• Autônomos;
• Individuais;
• Facultativos;
• Seguradores Especiais;
• Empregados domésticos.

Com o NIT, o segurado recolhe o valor para o INSS e garante benefícios, como Salário Família, Pensão, Aposentadoria e Salário Maternidade.

Como consultar PASEP pelo CPF?

É possível consultar PASEP por telefone ou comparecer a uma das agências do Banco do Brasil, mas para quem prefere um método mais prático e sem espera, basta usar a internet.
Para consultar PASEP pelo CPF você pode usar o site do Banco do Brasil e seguir esse passo a passo:
• Digite seu CPF no campo destinado;
• Data de nascimento;
• Marque a caixa do CAPTCHA;
• Clique em confirmar.

Se o interesse é consultar o número do PASEP pelo CPF, então basta entrar no site do CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais) e preencher os dados.

• Clique no item Cidadão;
• No menu Inscrição, escolha Filiado;
• Preencha os dados (dica para quem não consegue obter o PASEP: ignore o nome da mãe).

Ao clicar em continuar, seus dados serão exibidos na página seguinte, incluindo seu número PASEP.

Valor do PASEP 2018

O cálculo para descobrir o valor do PASEP 2018 é de acordo com os meses trabalhados no ano-base (2017) multiplicado por 1/12 do valor vigente do salário mínimo.

Esses valores são proporcionais ao tempo de serviço, ou seja, mesmo que o cidadão tenha trabalhado menos de 1 ano, mas tenha atingido o mínimo exigido para receber o benefício do PASEP, ele receberá o montante proporcional.

De acordo com o salário mínimo atual (R$ 937), o valor do PASEP 2018 será:
1. 30 a 44 dias – R$ 80
2. 45 a 74 dias – R$ 159
3. 75 a 104 dias – R$ 239
4. 105 a 134 dias – R$ 318
5. 135 a 164 dias – R$ 398
6. 165 a 194 dias – R$ 477
7. 195 a 224 dias – R$ 557
8. 225 a 254 dias – R$ 636
9. 255 a 284 dias – R$ 716
10. 285 a 314 dias – R$ 795
11. 315 a 344 dias – R$ 875
12. 345 a 365 dias – R$ 954

Calendário do PASEP 2018

O Ministério do Planejamento já divulgou as datas de pagamento do PASEP para quem não está mais trabalhando, incluindo a redução de idade:

• Mulheres a partir de 62 anos e homens a partir de 65 anos – 8 de janeiro.
• Pessoas a partir de 60 anos que tenham conta no BB (Banco do Brasil) – 22 de janeiro.
• Pessoas a partir de 60 anos – 24 de janeiro.
• Aposentados, herdeiros de beneficiários falecidos e idosos acima de 70 anos – Em qualquer data.

Abaixo, o calendário do PASEP para quem ainda contribui anualmente:

Para PASEP com numeração final 5, 6 e 7, 8 e 9, as datas para sacar são, respectivamente, 18 de janeiro, 22 de fevereiro e 15 de março.

Tanto para quem pode sacar a partir de 2018, quanto para as demais numerações anteriores (0,1,2,3,4) com saques datados em 2017, podem sacar os valores até 29 de junho de 2018.

O que acontece se o valor não for sacado na data estipulada?

Quem não sacar os valores do benefício PIS/PASEP até a data estipulada pelo Governo, não poderá reavê-lo, já que o benefício não é acumulativo.

Sendo assim, os rendimentos são enviados ao FAT (Fundo do Amparo ao Trabalhador), um investimento que serve para pagar funcionários públicos e o seguro desemprego.

Como fazer para os herdeiros receberem o PASEP?

Para que um herdeiro de cotista falecido tenha direito ao PASEP é necessário comparecer a uma agência do Banco do Brasil munido de um documento de identidade e outro que possa comprovar a condição de herdeiro.

Além disso, é importante uma procuração particular e com firma reconhecida, ou algum instrumento público que confira poderes ao herdeiro de sacar o benefício.

Saque do PIS 2016 até 28 de dezembro

By // Um comentário:
Prazo de Saque do PIS 2016 até 28 de dezembro- Mais uma vez, ou melhor pela segunda vez o governo amplia o prazo para de saque do PIS 2016 adiado para 28 de dezembro. Mais de um milhão de trabalhadores brasileiros terão novas oportunidades de efetuarem o saque do seu benefício no valor integral de R$ 937,00. Confira as informações a seguir sobre esta nova prorrogação:

Entenda a prorrogação

O prazo que está sendo prorrogado mais uma vez é referente ao ano-base de 2015, o abono salarial de 2016. O prazo inicial para o saque era até 30 de junho, depois foi prorrogado até 31 de agosto e agora até 28 de dezembro.

Como o número de trabalhadores, que não conseguiram sacar o abono salarial de 2016 por diversos motivos, chega a mais de um milhão. Este abono salarial, o chamado PIS 2016, é de R$ 937,00, valor do atual salario minimo.
Saque do PIS 2016 até 28 de dezembro


Quem tem direito Saque do PIS 2016 adiado para 28 de dezembro

É bom que todos entendam que nem todos tem este direito. Muitos já receberam o PIS 2016, ao longo do ano passado e ainda em 2016. Este novo prazo é para quem está enquadrado nas regras que são citadas logo mais abaixo.

Portanto quem já recebeu este abono, não tem mais este direito, este valor é para quem ainda não pode efetuar o saque por alguns motivos. Por exemplo:
  • numero do PIS duplicado;
  • valor da remuneração mensal colocada de forma errada na RAIS;
  • valor acima do que o trabalhador recebe de fato;
  • qualquer inconsistência com os dados;
  • outros.
O importante é que o trabalhador que tem algum destes ou outros problemas poderá ter um tempo maior para resolver e não correr o risco de perder o saque do PIS 2015, ano-base 2014.

Veja também:


Saque do PIS 2016 adiado para 28 de dezembro

A reunião do FAT presidida pelo ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, no dia 31/08 que seria o ultimo dia para o saque, foi decidida que o prazo para o saque do PIS 2016 seria ampliado para 28 de dezembro de 2017. 

Apesar de ter sido amplamente divulgado o prazo de até dia 31/08, apenas 200 mil conseguiram sacar o abono salarial 2016/2017 ano-base 2015. Agora o que se espera até 28 de dezembro é alcançar o máximo de trabalhadores que ainda não recebeu.

Onde consultar quem tem direito?

 Você pode consultar se tem direito ao benefício das seguintes maneiras:
• Sistema de consulta: http://goo.gl/4bB5xD
• Lista de nomes por cidade: https://we.tl/1SxdctmYhE
• Alô Trabalho 158
• Caixa 0800-726 02 07
• Banco do Brasil 0800-729 00 01

Saiba mais aqui:  abonosalarial.mte.gov.br

Com isso, de um universo de 1,4 milhão de trabalhadores que ainda não haviam sacado o Abono Salarial até o prazo normal, outros 200 mil tiveram acesso ao benefício de R$ 937. “É um valor substancial, principalmente para aquele trabalhador de baixa renda, que é o alvo da política pública.”, avaliou o ministro.

Quem tem direito

Abono Salarial PIS/PASEP - Têm direito ao benefício os empregados que tenham recebido, de empregadores que contribuem para o Programa de Integração Social (PIS) ou para o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP), até 2 (dois) salários mínimos médios de remuneração mensal; tenham exercido atividade remunerada pelo menos durante 30 (trinta) dias no ano-base 2015; estejam cadastrados há pelo menos 5 (cinco) anos; é que tenham sido informados corretamente na Relação Anual de Informação Social - RAIS.

Informações por telefone:

• Alô Trabalho, pelo telefone 158 do Ministério do Trabalho
• Caixa, pelo número 0800-726 02 07
• Banco do Brasil, pelo número 0800-729 00 01

Informações pela internet:

• No site do Ministério do Trabalho (www.trabalho.gov.br), clicando no banner “Abono Salarial”, localizado na parte superior da tela. Nesse local está a lista dos trabalhadores com direito ao abono que ainda não fizeram os saques. Essa relação está dividida por estado e município. Os nomes dos trabalhadores estão em ordem alfabética.
• No site abonosalarial.mte.gov.br/, que disponibiliza uma ferramenta pela qual é possível saber se o trabalhador tem direito ao abono digitando o número do PIS/Pasep ou CPF e a data de nascimento.

Calendário do PIS 2018

By // Nenhum comentário:
Calendário do PIS 2018 - Um dos maiores benefícios sociais que vem ajudando inúmeros cidadãos brasileiros com valores que podem chegar até um salário mínimo, estamos falando do PIS (Programa de integração Social). O abono salarial está disponível para todos os cidadãos que estão dentro dos requisitos impostos pelo Governo Federal.

Veja também:

O PIS é uma renda complementar para os trabalhadores, assim como o décimo terceiro salário (o trabalhador devidamente registrado tem direito à um salário que é pago de forma fracionada em duas partes).

Quem tem direito ao PIS?


O PIS é um benefício concedido aos cidadãos que se enquadram em todos os requisitos. Vale ressaltar que o não cumprimento de um desses requisitos poderá implicar no não recebimento dos valores.
Os valores são repassados para cada cidadão em datas diferentes, de acordo com o Calendário do PIS 2018.

Veja mais abaixo a lista de requisitos:

  • Possuir cadastro no PIS por pelo menos 5 anos;
  • Ter recebido uma média salarial de até 2 salários mínimos;
  • Ter trabalhado por pelo menos 30 dias no ano anterior ao do pagamento;
  • ter a RAIS enviada dentro do prazo;
  • O pagamento do PIS será pago proporcional ao tempo trabalhado.
  • Como receber o PIS?

O pagamento do PIS é cedido pela Caixa Econômica Federal. Atualmente há duas formas para o recebimento desses valores.

  • Cartão cidadão;
  • Conta Corrente ou Poupança da Caixa.

Calendário do PIS 2018

O Calendário do PIS 2018 serve para que os trabalhadores possam se basear e saber em qual período poderá receber os seus pagamentos. Abaixo a tabela de pagamento com todas as datas para o recebimento do abono salarial.


Calendário do PIS 2018

Acima é possível observar o calendário do PIS com todas as datas atualizadas para saque.

Quem tem direito ao saque das quotas do PIS-PASEP

By // Nenhum comentário:
Quem tem direito ao saque das quotas do PIS-PASEP? Desde o dia 23 de agosto houve algumas mudanças para responder esta pergunta, vamos aqui falar pontualmente quem tem quem tem direito ao saque das quotas do PIS-PASEP 2017. Veja aqui também o Calendário de pagamento de cotas.

Quem tem direito ao saque das quotas do PIS-PASEP

Todos os trabalhadores cadastrados no Fundo PIS-PASEP até 4 de outubro de 1988, recebeu quotas de participação e encontra-se nas situações a seguir pode ter saldo a receber.

O saque das quotas pode ser solicitado a qualquer momento, nas agencias da Caixa (PIS) e Banco do Brasil (PASEP) pelos seguintes motivos: aposentadoria, reforma militar, invalidez permanente, transferência de militar para a reserva remunerada, portador do vírus HIV(AIDS/SIDA), neoplasia maligna (câncer) do titular ou de seus dependentes, morte do trabalhador, benefício assistencial a idosos e deficientes, isso vigora até a divulgação do calendário de pagamento do saque de saldos de quotas.

A mudança nas regras foi que agora homem a partir de 65 anos e mulher a partir de 62 anos também terão direito ao saque das quotas do PIS-PASEP.
Quem tem direito ao saque das quotas do PIS-PASEP

Pagamento das quotas do PIS-PASEP

O pagamento das quotas do PIS-PASEP começa em outubro, mas o calendário será divulgado no dia 15 de setembro. O calendário de quotas do PIS será de acordo com o mês de nascimento do beneficiário,

Quem tem direito a receber os rendimentos das quotas do PIS/Pasep?

Todo trabalhador cadastrado no PIS, e que tem saldo de quotas, tem direito aos rendimentos anuais do PIS. Esses rendimentos correspondem aos juros de 3% ao ano, mais o resultado líquido adicional (RLA).

Quem começou a trabalhar depois de 1989 tem direito a receber as quotas?


Não. Só os trabalhadores cadastrados até 4 de outubro de 1988.


Existe prazo para a retirada da quota do PIS?


Não. O saque é feito a qualquer tempo, desde que comprovado o direito.

É possível saber o número do meu PIS com o RG ou o CPF?

O documento que comprova o cadastramento é o cartão com o número de inscrição no PIS, entregue pelo empregador no ato da primeira contratação com carteira assinada.  Na propria carteira de trabalho ou no Cartão Cidadão.

Caso não tenha este Cartão Cidadão, pode ir até uma agencia da Caixa e solicitar o seu.

Calendário de Cotas do PIS/PASEP

Conheça as datas de pagamento para quem tem direito as cotas do PIS/PASEP:

Calendário de Cotas do PIS/PASEP


O que é o fundo PIS/Pasep

O PIS foi instituído pela Lei Complementar 07/70 para beneficiar os empregados da iniciativa privada, enquanto o PASEP foi criado pela Lei Complementar 08/70 para beneficiar os funcionários públicos.

Mais tarde foi criado o Fundo PIS/PASEP, resultante da unificação dos fundos constituídos com recursos do Programa de Integração Social - PIS e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público - PASEP. Esta unificação foi estabelecida pela Lei Complementar n.º 26, de 11 de setembro de 1975. Apesar disso, estes programas têm patrimônios distintos e como agentes operadores, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal, além do BNDES - Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, encarregado da aplicação dos recursos do Fundo.

Objetivos

Os objetivos do PIS/PASEP, inicialmente, eram integrar o empregado na vida e no desenvolvimento das empresas, assegurar ao empregado e ao servidor público o usufruto de patrimônio individual progressivo, estimular a poupança e corrigir distorções na distribuição de renda e possibilitar a paralela utilização dos recursos acumulados em favor do desenvolvimento econômico-social.

Saiba se tem saques pendentes PIS 2016

By // Nenhum comentário:
Saiba se tem saques pendentes PIS 2016 - Confira aqui em quais regiões, estados estão a maior parte dos valores do PIS 2016, ano-base 2015 que não foram sacados até agora.Veja também até o prazo máximo para fazer o saque.

Saques pendentes PIS 2016

Saques pendentes PIS 2016

Região Sudeste:

A região Sudeste concentra 1,11 milhão de saques pendentes PIS 2016. Do total de 2,2 milhões de reais de benefícios pendentes em todo o Brasil, metade deste valor está na região sudeste. Desde julho de ano passado que o governo liberou o saque ao abono salarial 2016, ano-base 2015.

Os valores variaram de R$ 73 a R$ 937 reais, o valor a receber depende da quantidade de meses trabalhados em 2015.

É necessário que todo trabalhador que tenha direito ao abono salarial efetue o saque até dia 31 de junho de 2017, prazo final para o pagamento. Quem não fizer perderá este dinheiro. E garanto que você não quer perder esta grana, não é?

Estado de São Paulo

Na região sudeste o estado onde tem mais saques pendentes PIS 2016 é o estado de São Paulo 621,3 mil saques pendentes, equivalente a 28,21% do total nacional

Estado de Minas Gerais

Ainda na região sudeste, o segundo estado com saques pendentes do PIS 2016, ano-base 2016 é Minas Gerais com 227,6 mil saques aguardando os trabalhadores.

Estado do Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro restam 220,71 mil saques, de um total de 2,14 milhões de trabalhadores fluminenses com direito ao benefício. 

Região Sul

A região Sul é a segunda região do pais com saques pendentes PIS 2016, com com 411,63 mil benefícios que ainda não foram sacados pelos trabalhadores.


Estado do Paraná

A maior parte dos que não sacaram o benefício estão no estado do Paraná com 152,57 mil saques pendentes de um total de 1,54 milhão


Estado do Rio Grande do Sul

Para o Rio Grande do Sul, são 140,91 mil benefícios ainda esquecidos, quase 10% do total de 1,47 milhão liberados em julho de 2016.

Estado de Santa Catarina

O menor numero de saques pendentes está em Santa Catarina com 118,14 mil que não sacaram

Região Nordeste

A Região Nordeste libera os índices de saques, 94,16% dos trabalhadores que têm direito totalizando mais de R$ 3,77 bilhões para 5,16 milhões de trabalhadores, mas ainda tem muitos que não sacaram os abono de 2016, ano-base 2015, 320 mil trabalhadores ainda não fizeram o saque. Veja quais são os estados:

Estado da Bahia

A Bahia lidera no Nordeste o índice de saques pendentes PIS 2016 com 83,7 mil saques pendentes

Estado de Pernambuco

Depois vêm Pernambuco, com 64,7 mil

Estado do Ceará

Seguido do Ceará, onde o abono salarial está à espera de 61,3 mil pessoas

Estado do Piauí

O Piauí é o estado que lidera o índice de saques em todo o Brasil, com 96,48% retirados até o final de março. Os piauienses já retiraram R$ 201,28 milhões para 274,51 mil trabalhadores e só tem pouco mais de 10 mil benefícios ainda disponíveis.

Região Centro - Oeste

Como a Região Nordeste lidera os saques em contrapartida a Região Centro-Oeste é a que tem o maior numero de atraso no pagamento do PIS 2016 com 88,51% de saques realizados. São 220,07 mil benefícios ainda disponíveis para saques.


Estado de Goiás

Goiás tem 79 mil benefícios aguardando o saque

Distrito Federal

Distrito Federal que apresenta o menor índice de saques da região e do Brasil, com apenas 84,13%. De um total de 411,08 mil benefícios, ainda estão disponíveis 65,23 mil.

Região Norte

Neste estado está o menor numero de saques pendentes do PIS 2016 com 134 mil benefícios

Estado do Pará

Este estado tem o maior número de saques pendentes na região Norte (60,1 mil).

Estado de Roraima

Roraima  tem 3,03 mil benefícios pendentes para saque.

Estado do Acre

 Acre (3,58 mil) têm os menores números de saques ainda pendentes do país.

Quem recebe o PIS 2016, ano-base 2015

O PIS 2016, ano-base 2015 está disponível para quem trabalhou formalmente por pelo menos 30 dias em 2015, com remuneração média de até dois salários mínimos. O trabalhador precisava estar inscrito no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos, além de ter seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). O saque pode ser feito até o próximo dia 30 de junho.

Valor a receber

Quem ainda não recebeu, tem até dia 30 de junho e o valor varia de 78 a 937 reais, de acordo com a quantidade de meses trabalhados. Quem trabalhou apenas 1 mês em 2015 vai receber o equivalente 1/12 avos do valor do salário minimo atual.

Onde sacar

O benefício está disponível na Caixa e no Banco do Brasil. A Caixa paga os trabalhadores da iniciativa privada, vinculados ao PIS. O Banco do Brasil paga os servidores públicos vinculados ao PASEP.

FGTS: Saque das contas inativas

By // 2 comentários:
FGTS: Saque das contas inativas - Saiba aqui todas as informações referente ao saque das contas inativas do FGTS, quem tem direito, quem não tem, calendário de pagamento e o valor do FGTS: Saque das contas inativas
FGTS é o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, na quinta-feira (22/12), o presidente Michel Temer anunciou a liberação do saque das contas inativas do FGTS depositadas até dezembro de 2015. Estima-se que sejam mais de R$30 bilhões em saques e que cerca de 10,2 milhões de trabalhadores sejam beneficiados, essa medida é uma forma de movimentar a economia do país, segundo o presidente.
FGTS: Saque das contas inativas

As contas inativas

São contas bancárias que eram vinculadas as empresas/empregadores para o deposito de salário do trabalhador com carteira assinada. Quando o contrato é encerrado a conta deixa de ser utilizada, ou seja, ela se torna inativa. É possível ter mais de uma conta inativa, as contas mudam conforme a variação de emprego com carteira assinada.

Quem tem direito ao saque das contas inativas

Todo trabalhador que tem uma ou mais contas inativas até o período de 31 de dezembro de 2015 pode fazer o saque, quem foi demitido sem justa causa no ano de 2016 também pode sacar o fundo de garantia, desde que esteja dentro dos padrões exigidos na legislação.

* Demissão sem justa causa;

* No término do contrato por prazo determinado;

* Na aposentadoria;

* Na suspensão do Trabalho Avulso por prazo igual ou superior a 90 dias. Acesse www.fgts.gov.br para ver a lista completa.


Quem não tem direito

Os trabalhadores que não tem direito ao saque das contas inativas são os que recebiam depósitos na atual conta inativa até exatamente 31 de dezembro de 2015 e os que pediram demissão ou foram demitidos por justa causa durante o ano de 2016.

Limites para saque das contas inativas

Não haverá limites para saque das contas inativas, o trabalhador poderá escolher entre realizar o saque ou transferir o dinheiro para uma conta bancaria ativa. A grande parte das contas inativas possuem saldos menores que um salário mínimo, atualmente R$880,00 reais.

Calendário e consulta de saldo

O calendário foi divulgado no dia 14 de fevereiro, veja as datas de pagamento do saque das contas inativas.

O pagamento das contas inativas será realizado a partir de 10 de março e vai até o dia 31 de julho deste ano, seguindo as regras de pagamento definidas pela CAIXA, na qualidade de Agente Operador do FGTS. A sistemática leva em conta o mês de aniversário do trabalhador. Veja abaixo o cronograma:

Mas é possível consultar o saldo e extrato da sua conta inativa, é só acessar o site da Caixa Econômica Federal www.caixa.gov.br o site do FGTS www.fgts.gov.br, também pelo aplicativo FGTS, na Central de Atendimento Caixa pelo telefone: 0800

726 0207 / 0800 726 0101 ou na própria agência da Caixa Econômica Federal usando o cartão cidadão.

PIS 2017-2018

By // 87 comentários:
PIS 2017 - Conheça tudo sobre o abono salarial do PIS 2017, as mudanças, valores e calendário do PIS 2017/2018.

O PIS é o Programa de Integração Social, criado para auxiliar os trabalhadores da iniciativa privada, que conseguem uma renda extra através do abono salarial. O programa sofreu alterações para o ano de 2016, porém continua sendo uma das melhores opções para quem desenvolve serviços para empresas. 


Todas as mudanças já estão valendo desde o o calendário de 2016. Algumas alterações fazem com que o pagamento seja proporcional pelo tempo de serviço, substituindo as regras anteriores que garantiam o salário mínimo integral para todos que trabalhassem ao menos 30 dias no ano vigente.

PIS 2017-2018


PIS 2017-2018

Para participar do PIS 2017-2018, todos os trabalhadores deverão comprovar pelo menos 5 anos de cadastro no programa, ou seja, quem ainda não tiver este tempo de participação, não receberá o valor referente ao abono salarial, mesmo que trabalhe o ano inteiro. 

Essas mudanças são consideradas medidas emergenciais do Governo Federal, que em virtude da crise econômica brasileira precisa cortar custos e enxugar as contas. Outra questão levada em consideração foram os casos de fraudes deflagrados no programa, algo que incentivou a criação de regras mais contundentes e que não deixem brechas para o recebimento por parte de quem teoricamente não teria direito.

Veja o NOVO CALENDÁRIO DO PIS 2017-2018

Quem tem direito ao PIS 2017

Com a alteração das regras do PIS, passam a ter direito ao PIS 2017 aquelas pessoas que preencham os seguintes requisitos:
  • Estar cadastrado por pelo menos 5 anos no programa (o que vale é o tempo de cadastro e não o tempo trabalhado)
  • No ano anterior ao pagamento do benefício, o trabalhador deve ter executado atividade profissional por pelo menos 30 dias, sendo que o pagamento será executado de forma proporcional, indo de 1/12 até 12/12 (salário integral)
  • O salário recebido pelo profissional deve ser no máximo de dois salários mínimos médios, ou seja, toda a renda será somada e dividida pela quantidade de meses trabalhados, para que assim uma média mensal seja formada. Caso ultrapasse este valor, o trabalhador fica impossibilitado de receber o benefício.

Caixa PIS 2017 consulta saldo

Consultar o saldo do PIS é algo muito fácil, tendo em vista que as instituições financeiras, principalmente a Caixa, buscaram se tecnificar e já oferecem sistemas modernos de banckline, ou seja, os clientes podem saber todas as informações referentes as suas contas pela internet.

Outra opção para quem deseja saber o saldo do seu PIS, é ligar através do número 0800 726 0207, em que será necessário informar o número do benefício e mais algumas informações de segurança para ter acesso a sua conta.

Mais sobre:

Como descobrir o numero do PIS

O Governo Federal disponibiliza alguns sistemas de consulta online, porém comumente eles apresentam falhas técnicas e acabam deixando o cidadão sem condições de consultar estas importantes informações. 

Para saber mais detalhes do seu cadastro, basta ligar no número 135, em que serão solicitadas informações pessoais para a comprovação de identidade. Através deste número também é possível tirar muitas dúvidas referentes aos programas sociais do Governo Federal, tendo em vista que os atendentes recebem as últimas informações referentes a atualizações, além de terem disponibilidade de consultar tudo referente ao cadastro do trabalhador.
Tecnologia do Blogger.